top of page

STF PODE LEGISLAR? SENDO QUE EXISTEM DUAS CASAS LEGISLATIVAS NO BRASIL

O ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF) votou na quarta-feira (2), pela descriminalização do porte de maconha para uso pessoal, o eminente ministro sugeriu fixar entre 25 gramas e 60 gramas a quantidade permitida ao usuário.

Até a semana passada, quatro ministros, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes, haviam sido favoráveis de algum tipo de descriminalização da posse de drogas, a maioria dos ministros divergiram da tese de Gilmar sobre descriminalização de todas as drogas e sugeriram que a medida fosse restrita à maconha.

Imagem: Gazeta do Povo

Após o voto, o relator do caso, o eminente ministro Gilmar Mendes, pediu o adiamento do julgamento por uma semana para que ele pudesse amarrar uma tese sobre a quantidade permitida aos usuários de drogas em todo Brasil.

Um completo absurdo o Supremo Tribunal Federal (STF), votar assuntos dessa natureza, sendo que existem duas casas legislativas no país sendo o senado e a câmara. Isso entristece a nação brasileira e a deixa revoltada por que estão nitidamente tirando a autoridade do parlamento brasileiro e por consequência tirando seu direito de criar e votar leis.

Desse modo então fica a pergunta: por que uma câmara dos deputados com 513 parlamentares ativos? Por que um senado federal com 81 senadores? Sendo que não podem legislar.

Se realmente for legalizado, que Deus proteja o Brasil uma vez que não sendo legalizado já se vê a luta que é para combater esse problema. Jovens estão se perdendo cada vez mais, fundação casa lotada, noticiários sempre abordando o assunto em todo Brasil e os eminentes ministros votando para legalizar a maconha.

Infelizmente o Brasil e os Brasileiros só tem a lamentar, que pena!

Jornalista: Talles Honorato

Comments


bottom of page