top of page

QUEIMADAS AUMENTAM CHANCES DE NASCIMENTO DE BEBÊS PREMATUROS

A exposição a queimadas, variações de temperatura e poluição do ar durante os primeiros três meses de gestação favorece as chances de nascimento de bebês prematuros, com má-formação congênita ou com baixo peso. Os dados são de um estudo realizado por pesquisadores da Escola de Políticas Públicas e Governo da FGV, Fundação Getúlio Vargas. Em relação a prematuridade, a região Sudeste registrou o maior impacto considerando a exposição às queimadas.

Imagem: Freepik

O índice encontrou um aumento de chance em 31% para o bebê nascer prematuro, caso as gestantes também tenham sido expostas a este fenômeno durante o primeiro trimestre da gravidez. Enquanto no Norte do país, a chance de uma criança nascer prematura devido a queimadas aumenta em 5%, na região centro-oeste, aumentou em um e no Sul foi de 18,55%. O artigo foi publicado na revista científica The Lancet.


Fonte: CNN Brasil

Adaptação: Gabriela Rodrigues

コメント


bottom of page