top of page

JUSTIÇA DE SP DETERMINA SIGILO SOBRE E-MAILS E DOCUMENTOS DA AMERICANAS

Uma juíza do Tribunal de Justiça de São Paulo acatou um pedido da Americanas para que os documentos e e-mails apreendidos em vistoria relacionada à empresa sejam mantidos em sigilo. A juíza Andréa Galhardo Palma, da 2ª Vara Regional de Competência Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem, determinou na decisão que “seja atribuído sigilo processual, sobre os documentos, e-mails e demais dados que vierem a ser apreendidos, até que seja feita uma triagem pelo expert nomeado.

Imagem: DAVI ROCHA/PERA PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Na semana passada, Andréa determinou, após pedido do Bradesco, a apreensão de todos os e-mails corporativos de executivos e membros do conselho de administração da Americanas, no âmbito de processo ligado ao rombo de cerca de 20 bilhões de reais. Na decisão desta quarta-feira, a juíza disse que, apesar do sigilo, permanece a “necessidade da publicidade dos atos processuais, por razões de interesse público e transparência”.

Fonte: CNN Brasil

Adaptação: Gabriela Rodrigues


Comments


bottom of page