top of page

IPCA-15 SOBE 0,76% EM FEVEREIRO, DIZ IBGE

A prévia da inflação do Brasil avançou mais do que o esperado em fevereiro, influenciada por reajustes de preços no setor de educação no início do ano letivo, segundo dados divulgados na sexta-feira (24), pelo IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

O IPCA-15 - Índice de Preços ao Consumidor Amplo, uma prévia do IPCA, referência para o regime de metas de inflação, subiu 0,76% neste mês. A meta oficial para a inflação este ano é de 3,25%, com margem de um ponto e meio percentual para mais ou menos, medida pelo IPCA. Segundo o IBGE, o resultado deste mês foi influenciado principalmente pelo grupo Educação, que disparou mais de 6%, representando a maior variação e o maior impacto no índice geral.

Imagem: 10/05/2019REUTERS/Pilar Olivares

Entre os componentes do grupo, a maior contribuição veio dos cursos regulares, que avançaram quase 8% devido aos reajustes habituais praticados no início do ano letivo, segundo o IBGE. Incluindo Educação, oito dos nove grupos de produtos e serviços que compõem o IPCA-15 tiveram alta em fevereiro. Entre outros destaques estão os grupos habitação, alimentação e bebidas.

O resultado acima do esperado do IPCA-15 de fevereiro vem em meio a preocupações do mercado financeiro após recentes ataques do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à conduta da política monetária pelo Banco Central. Um dos principais alvos do petista tem sido a taxa Selic, que ele diz estar alta demais, ao ponto de minar o crescimento da economia.


Fonte: CNN Brasil

Adaptação: Gabriela Rodrigues

留言


bottom of page