top of page

ETÍOPES VENCERAM A MARATONA DE NOVA YORK

No último domingo (5), o etíope Tamirat Tola e a queniana Hellen Obiri venceram a 52ª edição da Maratona de Nova York, a última Major Marathon de 2023, a corrida reuniu mais de 50 mil corredores, teve recorde na prova masculina e uma chegada emocionante entre as mulheres. Tamirat Tola, de 32 anos, foi o grande destaque da prova, chegando em primeiro lugar com o tempo de 2h04min58, quebrando o recorde anterior, de 2h05min06, estabelecido pelo queniano Geoffrey Mutai em 2011.

A vitória de Tola foi uma surpresa, ele não era um dos favoritos ao titulo, mas se manteve entre os primeiros desde o início e assumiu a liderança da corrida no km 40, aumentando a sua vantagem e se tornando o primeiro etíope a vencer a Maratona de Nova York desde o ano 2014. Tamirat Tola é um atleta experiente, com vários títulos internacionais em seu currículo, ele conquistou medalha de ouro na maratona nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 e a medalha de prata no Mundial de Atletismo de 2022 em Oregon nos Estados Unidos.


Imagens: Redes Sociais

Já no feminino, Hellen Obiri, de 33 anos, mostrou grande resistência para vencer a prova, ela foi pressionada principalmente pela etíope Letesenbet Gidey e pela compatriota Sharon Lokedi, mas conseguiu manter o ritmo e cruzar a linha de chegada em primeiro lugar, com o tempo de 2h27min23. Hellen Obiri já foi campeã da Maratona de Boston nesta temporada e fecha a temporada com duas Majors conquistadas, além disso, ela também é bicampeã mundial dos 5000m e tem duas pratas olímpicas na prova de pista. A Maratona de Nova York deste ano também contou com várias inovações tecnológicas, entre elas o aplicativo da prova, que permitiu aos atletas medirem seu impacto ambiental durante o fim de semana da corrida, o objetivo principal foi educar os participantes e incentivá-los a fazerem escolhas mais ecológicas no futuramente.

Matéria: Talles Honorato

Comentários


bottom of page